ImgWonders
  1. Homepage
  2. tsunamidaeducação

#tsunamidaeducação hashtag

Posts attached with hashtag: #tsunamidaeducação

Iris de Castro (@iris.decastro) Instagram Profile Photo
iris.decastro

Iris de Castro

Esquerda Valente ⬅️ (@esquerdavalente) Instagram Profile Photo
esquerdavalente

Esquerda Valente ⬅️

Lute como um(a) estudante! ✊ . . . @teorema_de_luisa . . . #tsunamidaeducação

Históriagrafando (@historiagrafando) Instagram Profile Photo
historiagrafando

Históriagrafando

Florianópolis, Santa Catarina

DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DOS PPGHs PELO BRASIL ⠀ Mas como será que estão distribuídos geograficamente os PPGHs pelo Brasil? ⠀ Ainda segundo o documento da Área de História, lançado pelo CAPES em 2016*, ⠀ ⠀ “A área de História conta, na data da publicação deste documento, com 71 programas de pós-graduação, nove dos quais são de mestrado profissional, inclusive o ProfHistória (Mestrado Profissional em Ensino de História), programa em rede nacional que reúne 27 instituições associadas. Dos 62 programas acadêmicos, 39 contam com cursos de mestrado e de doutorado e 23 oferecem apenas o curso de mestrado. Há cursos de mestrado em História em quase todas as Unidades da Federação, mas há necessidade de novos cursos de doutorado em alguns lugares. Atualmente, cinco estados não possuem curso de mestrado acadêmico em História, todos na região Norte (Acre, Amapá, Rondônia, Roraima e Tocantins). Do mesmo modo, doze não têm curso de doutorado em História (Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Maranhão, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins).” ⠀ “Entre 2000 e 2016, a área de História, como outras, passou por crescimento significativo, tendo sido criados 62% dos mestrados acadêmicos, 61% dos doutorados e 100% dos mestrados profissionais hoje existentes. Essa expansão se deveu aos investimentos da CAPES, do CNPq e da FINEP, entre outras agências. O Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI), devido à entrada de novos docentes, também explica o crescimento.” ⠀ Em termos regionais, os 71 programas estão assim distribuídos: 29 (Sudeste), 17 (Sul), 17 (Nordeste), 6 (Centro-Oeste) e 2 (Norte). ⠀ Contudo, os dados informados são de 2016 quando a última avaliação foi realizada, e podem conter algumas atualizações que só serão informadas na próxima avaliação. ⠀ Por enquanto é isso pessoal. Não percam nossas próximas postagens. Começaremos a divulgação das pesquisas feitas nos PPGHs. ⠀ Abraços Historiográficos. ⠀ *Ver post anterior. ⠀ #tsunamidaeducação

Ana Paula Piegas (@anappiegas) Instagram Profile Photo
anappiegas

Ana Paula Piegas

@alekapinheiro • • • • • • Se VOCÊ continua não enxergando problema nenhum em um governante que desdenha de políticas ambientais te mandando cagar dia sim dia não, que ignora dados alarmantes sobre desmatamento, aquecimento global e seus impactos, que cala quem mostra verdades e se opõe contra ele. Defende práticas absurdas, se diz o capitão Moto-serra, reverencia ditadores, governa por decretos esdrúxulos, que corta milhões da educação mas não se incomoda em gastar outros milhares em cartões corporativos, demite quem investiga os seus "consagrados", pratica a perseguição política, segrega e discrimina, que em 30 anos na vida política não aprovou sequer um projeto de lei decente, que mama nas tetas do governo esse tempo todo sem representar nada além dos seus próprios interesses, que não mede esforços para banir todos os nossos direitos, com o mesmo entusiasmo que oferece o filé mignon ao seu filhinho. Que te mata com agrotóxicos, corta medicamentos essenciais, te tira o direito de depois de trabalhar a vida inteira, ter uma velhice no mínimo digna, tira direitos de viúvas e portadores de deficiências, com a desculpa de acabar com privilégios, mas entope helicópteros com parentes e fecha os olhos pro avião entupido de cocaína. .São tantos os despautérios diários, nem com toda boa vontade seria capaz de mencionar. Mas não dava para esperar muito de um presidente eleito na base da tramóia da dobradinha judiciária Moro/ Dalagnol, das fake news, sem nenhuma proposta concreta de governo, sem ter comparecido a nenhum debate, um covardão alucinado que de tanta loucura já perdeu a noção de realidade, e se você ainda não vê problema nenhum nesse absurdo todo, isso diz SÓ sobre você. Porque ele, escancarou desde o início, mostrou a que veio. . Ontem, quando o Céu escureceu às 3 da tarde, esperei ansiosa pela providência divina... sim, talvez um apocalipse fosse uma opção melhor do que o cenário atual. . . #tsunamidaeducação

Tiago  Soares (@tiagosoarespt) Instagram Profile Photo
tiagosoarespt

Tiago Soares

Pela Igualdade Racial e na luta contra o racismo! No dia 08 de Setembro nas eleições internas do PT, eu voto na chapa estadual 401 pela Renovação do PT em SP e na nacional 270 OPTEI pela Renovação e pelo Socialismo-Lula Livre! #tsunamidaeducação 💪🏽

Regina Phalange. Phalange. (@alekapinheiro) Instagram Profile Photo
alekapinheiro

Regina Phalange. Phalange.

A gente bem que tenta esquecer por um dia, mas ele gosta... né possível...👀🤦🏼‍♀️ . Boa tarde a quem atende esse chamado... . . . #tsunamidaeducação

Universidade tem Pesquisa (@universidadetempesquisa) Instagram Profile Photo
universidadetempesquisa

Universidade tem Pesquisa

Editora UFPR

CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE EM PAISAGENS ANTROPIZADAS DO BRASIL ⠀ CARLOS A. PERES ⠀ SINOPSE: ⠀ “Este livro apresenta o trabalho de um grupo de pesquisadores que se reuniram em Belém do Pará, em novembro de 2007, durante o simpósio intitulado “Conservação da biodiversidade em paisagens florestais antropizadas”, organizado pelo Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEC), em parceria com a Universidade de East Anglia e a Universidade de Lancaster, ambas do Reino Unido, para examinar e quantificar os impactos das populações humanas sobre a biodiversidade das regiões florestais no Brasil. Apresentam-se aqui vários estudos realizados em áreas fragmentadas e paisagens altamente degradadas, além da discussão sobre os desafios e oportunidades para a conservação da biodiversidade em áreas protegidas, florestas manejadas pelo corte seletivo, florestas secundárias e em regiões sujeitas ao uso intensivo da terra, incluindo monoculturas anuais mecanizadas, silvicultura, pecuária e urbanização. O livro reflete sobre as principais perspectivas de persistência ou extinção de espécies florestais em diferentes componentes de paisagens modificadas por vários padrões de perturbação humana, e em circunstâncias bastante diversas, com uma abordagem multitaxonômica e em escalas de paisagem a respeito do impacto das mudanças no uso da terra sobre a biodiversidade florestal em várias regiões e ecossistemas do Brasil, incluindo a Amazônia, a Mata Atlântica e o Pantanal. ” ⠀ Fonte: https://www.editora.ufpr.br/produto/91/conservacao-da-biodiversidade ⠀ Download gratuito: https://acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/56262/Conservacao_da_Biodiversidade.epub?sequence=1&isAllowed=y ⠀ #tsunamidaeducação

Programa Mundo do Trabalho (@programamundodotrabalho) Instagram Profile Photo
programamundodotrabalho

Programa Mundo do Trabalho

“O Tsunami da Educação não para e não vai dormir enquanto não derrotar os desmandos desse governo fascista e desse ministro da Educação que não respeita a democracia da Universidade! Porque a verdade, gente, nós sabemos, a verdade é que eles fizeram um projeto ridículo como o Future-se, que não vai passar em universidade nenhuma! E aí eles querem indicar os reitores que estão comprando para aprovar o Future-se! Mas que bom que ainda tem democracia na Universidade e nós vamos ocupar todos os espaços para não deixar que isso aconteça, porque a universidade é a vanguarda da nossa sociedade! E se não há democracia aqui, não há democracia em lugar nenhum do nosso país, da nossa sociedade!“ Declaração feita aos manifestantes pelo presidente da UNE, Iago Montalvão. #tsunamidaeducação

Nuri Macêdo (@nrmcd) Instagram Profile Photo
nrmcd

Nuri Macêdo

Belo Horizonte, Brazil

13A - Manifestação dos Estudantes contra o Future-se #tsunamidaeducação

English Turkish