ImgWonders
  1. Homepage
  2. futurese

#futurese hashtag

Posts attached with hashtag: #futurese

Débora Queiroz (@deboraqueiroz65) Instagram Profile Photo
deboraqueiroz65

Débora Queiroz

Nicolás Fleitas (@nicolas3501) Instagram Profile Photo
nicolas3501

Nicolás Fleitas

Rede de Grêmios do IFRN (@regif_ifrn) Instagram Profile Photo
regif_ifrn

Rede de Grêmios do IFRN

|ENTENDA O FUTURE-SE NO PRESENTE| . "Desse modo, em resumo, o FUTURE-SE é, abertamente, um aprofundamento da relação público-privado na educação. Isso é um problema não só porque entrega ao setor empresarial um patrimônio de 200 milhões de brasileiros, mas também porque põe em risco (ou, se for difícil para você enxergar isso, "pode pôr em risco") o acesso desses brasileiros às IFES, embora eles devessem ser reconhecidos como os donos delas. . Além disso, é inocência acreditar que o Estado não tem dinheiro para a educação; e é ignorância, se não for maldade, defender que as IFES continuem pagando o preço da crise, sem sequer tê-la causado. Na verdade, nós não podemos aceitar, de braços cruzados, que nossos direitos paguem essa conta, ainda mais quando isso acontece em nome da manutenção de privilégios dos que recebem as benesses fiscais. . A finalidade do FUTURE-SE é inatingível pelo próprio projeto e pela prática que vem sendo aplicada pelo Ministério da Educação: não se concede autonomia trazendo gestão externa, nem tampouco se promove a instituição cortando as verbas dela. Por isso, ele distorce a realidade: sequer busca o que promete. Entretanto, isso não significa que ele não mude nada, pois, por outro lado, ele muda muito do que temos hoje. Por isso, é hoje que ele precisa ser barrado, para que nosso amanhã não seja ainda mais comprometido do que já está." . Texto completo: LINK NA BIO!. . #futurese

Prepara Cursos Arujá (@preparaaruja) Instagram Profile Photo
preparaaruja

Prepara Cursos Arujá

Nossa aluna 100% frequência recebendo seu prêmio Parabéns Geovana, continue sendo uma aluna exemplar ! Tel: (11) 3754-5337 Whatsapp:(11) 94211-6586 Facebook: Prepara Cursos (Arujá) Cadastre-se ! www.prepara.com.br #futurese

Portal Carlos Magno (@portalcarlosmagno) Instagram Profile Photo
portalcarlosmagno

Portal Carlos Magno

Senado Federal

Boa iniciativa... Maiores informações, acesse o link na Bio... ESSA E OUTRAS NO www.carlosmagno.com.br #futurese

Taubaté

#FutureSe | Aberta até 29 de agosto, a consulta pública do Future-se chegou à marca de 55.764 de pessoas cadastradas. O sistema registrou 31.282 comentários sobre ao menos um dos pontos da proposta. Os dados são desta terça-feira, 20. Saiba mais: http://bit.ly/33EUtF4

Ministério da Educação (@mineducacao) Instagram Profile Photo
mineducacao

Ministério da Educação

#FutureSe | Aberta até 29 de agosto, a consulta pública do Future-se chegou à marca de 55.764 de pessoas cadastradas. O sistema registrou 31.282 comentários sobre ao menos um dos pontos da proposta. Os dados são desta terça-feira, 20. Saiba mais em mec.gov.br

ADUFERPE (@aduferpe) Instagram Profile Photo
aduferpe

ADUFERPE

Ramalho & Advogados Associados

O que está por trás do Future-se? Para saber mais sobre esse desmonte do ensino público universitário, se ligue no Programa Fora da Curva desta quarta (21), com a participação da presidenta da Aduferpe, prof. Erika Suruagy. #futurese

Little Astronaut (@toy_in_trip) Instagram Profile Photo
toy_in_trip

Little Astronaut

Mas o que é essa tal de Autonomia Universitária? As universidades, como conhecemos, existem há + ou - uns mil anos. Naquela época, as universidades eram cidadelas mesmo, com muralha prisão governo e polícia próprias: um pequeno reino a parte. Mas por que? Porque era nas universidades que o conhecimento velho era debatido, e o conhecimento novo era criado. Tudo poderia ser debatido, discutido e testado. O Rei ou o Papa não poderiam nem deveriam controlar quais conhecimentos deveriam ser estudados: o que poderia ser pensado. As muralhas e polícia própria serviam para garantir a não interferência, a autonomia total da Universidade. Hoje, nossas universidades devem ser abertas, escancaradas. Quando mais diversa, quanto mais gente com histórias e visões distintas da realidade, mais amplo, diverso e profundo o conhecimento produzido pela Universidade. Por que a Universidade não é local para formação de pessoas: NÃO! Universidade é acima de tudo local de debate e construção de conhecimento novo: um ambiente de livre discussão, e tudo TUDO pode ser debatido lá, a fim de produzir mais conhecimento novo! A formação de gente capacitada é consequência da universidade, não sua finalidade. Formar pessoas foi um jeito do mercado se apropriar da Universidade: mercantilizar o conhecimento. Tem universidade que se prende em formar gente, e esquece do resto: a pesquisa pelo NOVO e seu impacto na sociedade. Acontece que se discute agora o Future-se, um projeto do governo, que propõe que as universidades públicas sejam geridas por empresas privadas: elas decidiram quem contratar, quais cursos oferecer quais conteúdos as cadeiras devem ter que pesquisas se deve pesquisar. Isso atenta violentamente contra a livre pesquisa, o livre ensino e a livre gestão das universidades públicas: se o curso não dá lucro, que se feche o curso. Se a cadeira tá difícil, que se facilite. O resultado da pesquisa tá demorando? Não bateu a meta de artigos? A pesquisa não vende? Que se acabe com a pesquisa. Afinal, quem estava interessado na pesquisa teórica do Einsten em 1905? Hoje todo mundo tem um GPS no bolso. Vamos deixar se acabar com a universidade pública, autônoma e livre no Brasil??

Mais Minas (@mais.minas) Instagram Profile Photo
mais.minas

Mais Minas

Foi realizada, nesta terça-feira (20), uma reunião extraordinária do Conselho da Universitário da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), com o objetivo de avaliar o parecer sobre a proposta do Ministério da Educação intitulada “Programa Institutos e Universidades Empreendedoras e Inovadoras – Future-se”. O Conselho decidiu que a Universidade irá rejeitar integralmente o programa. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Técnico-administrativos da UFOP (Assufop), Sérgio Neves, comunicou através de um vídeo no Facebook que o Conselho “rechaçou por unanimidade o projeto Future-se”. Ainda segundo Sérgio, o Conselho irá organizar assembleias populares e consultas com a comunidade, a fim de mobilizar a população contra a privatização das universidades. A reunião foi aberta a todos e aconteceu as 9h, no auditório São João del Rei, no Centro de Artes e Convenções da UFOP. Nas redes sociais, a comunidade acadêmica comemorou a decisão. Confira o pronunciamento do presidente da Assufop acessando o link na bio. (www.maisminas.org) . . . . #futurese

English Turkish